30 julho 2006

Estudo dos gêneros no Brasil

Qual o mapeamento do estudo dos gêneros no Brasil?

Em primeiro lugar, os gêneros são estudados em 2 categorias de análise: gêneros textuais e discursivos.
Em segundo lugar, são estudados por 2 grandes áreas: linguística aplicada e semiótica da comunicação.
Em terceiro lugar, em geral, os gêneros são analisados por medias (impressa, radiofônica, televisiva, digital), embora tenhamos alguns pesquisadores que trabalham os gêneros mediáticos.

Os principais pesquisadores?

Da Comunicação:
:: Irene Machado (PUC-SP) dedica-se aos gêneros mediáticos
:: Elizabeth Duarte (UNISINOS) dedica-se aos gêneros televisivos
:: Itânia Gomes (UFBA) dedica-se aos gêneros televisivos
:: Jeder Janotti(UFBA) dedica-se aos gêneros musicais (midiáticos)
:: Clóvis Reis (FURB) dedica-se aos gêneros jornalísticos no rádio

Da Linguística:
:: Luiz Antonio Marcuschi (UFPE) dedica-se aos gêneros digitais
:: José Luiz Meurer (UFSC) dedica-se aos gêneros textuais
:: Desirée Motta-Roth (UFSM) dedica-se aos gêneros discursivos e ensino
:: Adair Bonini (UNISUL) dedica-se aos gêneros textuais
:: Marcos Baltar (UCS) dedica-se aos gêneros textuais e ensino

[post atualizado 23/08, por contribuição da colega de doutorado, Fernanda Mauricio e em 25/08, por contribuições da professora Désirée Motta-Roth e do professor Clóvis Reis]

2 comentários:

graciela hendges 22:35  

ola, lia.
muito boa a iniciativa de mapear o estudo de generos no brasil! mas qual criterio usaste para organizar os nomes dos principais pesquisadores? pelo menos no q diz respeito a linguistica, a profa. desiree motta-roth (UFSM) e o prof. jose luiz meurer (UFSC) sao pioneiros. estou equivocada?

Lia Seixas 09:22  

Ola, Graciela,
Olha, não há uma hierarquia ali...foi boa tua observação pra eu tomar mais cuidado...
O certo seria ter colocado por ordem alfabética, já que não sei a linha do pioneirismo. Vc a teria?
Como me interesso pelos gêneros mediáticos, comecei pelo professor Marchuschi.

Site dedicado ao estudo dos gêneros jornalísticos. Criado durante nossa tese de doutorado, 2005. Esse novo layout abre um novo ciclo de estudo, pesquisa, descobertas sobre esse tema tão caro à prática jornalística e ao conhecimento sobre o jornalismo.

  © Blogger templates Brooklyn by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP